Como decorar fórmulas

Estudar para o vestibular é uma tarefa difícil, cansativa, que exige muita dedicação e força de vontade. Principalmente quando se trata de decorar as fórmulas de física e matemática.

Por isso, resolvi contar aqui a minha experiência durante a minha jornada de 1 ano de cursinho para te ajudar a decorar fórmulas.

Durante toda a minha vida eu estudei em escola pública, desde a pré-escola até o 3° ano do ensino médio. Assim que terminei os estudos, me inscrevi em um cursinho pré-Vestibular popular da USP e foi aí que minha jornada começou.

Com apenas 1 ano de cursinho, eu consegui ser aprovada na UNESP e fiquei na lista de espera da UFSCAR. Escolhi a UNESP e então, cursei licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas.

Logo que terminei a graduação, fui aprovada em um concurso público para Bióloga, no qual trabalho até hoje e sou aluna de mestrado.

Ao longo de todos esses anos de estudo, uma das coisas que me marcou foi o método que eu usei para decorar as fórmulas para o vestibular.

Eu não tinha muito tempo, não podia fazer cursinho por mais de 1 ano, pois meus pais só podiam me manter financeiramente por esse período, então dedicava todas as minhas “horas úteis” do dia ao estudo para o vestibular.

Então eu pensei: tenho que arranjar algum modo rápido e eficaz de guardar esse monte de informação.

Agora, eu vou revelar para você o que eu fiz que não deixou eu esquecer nenhuma fórmula de física e matemática e até mesmo as estruturas das principais moléculas da química orgânica:

Eu recortei vários pedaços de folhas sulfite e escrevi em cada um, uma fórmula diferente. Na época eu não tinha computador e nem impressora, então eu escrevi com canetinha mesmo. Depois, eu espalhei cada pedaço de papel com fórmula em cada canto do meu quarto, nos locais onde eu mais olhava:

 

  • Atrás da porta (pois eu mantinha a porta fechada para estudar e dormir, com isso, sempre que eu fosse fechar a porta ou abrir, eu olhava para pelo menos uma fórmula);

 

  • No espelho (pois é…até na hora de me arrumar para sair eu dava aquela olhadinha nas fórmulas);

 

  • Em pontos estratégicos nas paredes, colocando as mais difíceis na que eu ficava de frente na hora de estudar. Assim, mesmo quando eu dava uma “respirada” de qualquer que fosse a matéria, eu via uma fórmula;

 

  • Na parte de dentro das portas do guarda-roupa.

 

 

Eu não tinha como escapar das fórmulas e obrigava meu cérebro a memorizar através da visualização contínua das equações. Isso me ajudou muito, mas confesso que em alguns dias eu tinha vontade de arrancar tudo e deixar meu quarto com a decoração normal, entretanto, eu resisti e deixei tudo colado até ser aprovada.

Essa é uma dica que realmente funciona, pois a repetição é uma das formas que o cérebro utiliza para memorizar as informações que recebe. Ver a fórmula várias vezes ao dia, por vários dias, com certeza irá te ajudar a memorizá-las.

O ideal é que você entenda o conteúdo da matéria que está sendo dada para não ficar refém da decoreba, mas sei muito bem como o tempo para estudar é curto e há muito conteúdo. Por isso, se você está no cursinho e deseja aprovação rápida, este método é o ideal para você decorar as fórmulas de matemática, física e química.

Bons Estudos!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial